Tenho vergonha das minhas partes íntimas. Isso é normal?

Minha linda, todos nós somos diferentes, e viva a diferença! Há mulheres altas, baixas, esguias, gordinhas, com dedos longos, mãos pequenas, olhos puxados ou redondos, cabelos lisos, encaracolados, encarapinhados, com pele clara, escura, amarela, com seios fartos ou quase sem, temos as curvilíneas, mulher violão, e as retilíneas, mulher tábua, e todas as mulheres possuem orgãos genitais feminino. Compreenda a parte que visualizamos, constitui nossa parte externa composta por púbis, a área com pelo, que quando levemente tocada provoca excitação, onde há grande energia sexual circulante e existe nosso chackra sexual básico, o clitóris uma carnosidade, dotada de terminações nervosas o seu tamanho pode diferir de uma mulher para outra e durante excitação todos eles se transformam, deixando a mulher ligada sexualmente, temos o orifício uretral onde sai a urina, e pela presença de nervos adjacentes é também sensível ao toque, este pode ser mais próximo ou mais distante do clitóris, temos também os pequenos e grandes lábios que atuam protegendo o trato urinário e auxiliam na lubrificação suas finas membranas, são sensíveis e irrigadas, enchendo de sangue durante a excitação aumentando de tamanho e mudando de cor, estes também diferem de mulher para mulher, devemos citar o períneo espaço entre o anus e a vagina que além de auxiliar no controle da saída da urina e das fezes, aumenta também as contrações da vagina durante o orgasmo, seguindo até o ânus que além da função que todos nós sabemos que é da evacuação, este também é sensível ao toque e irrigado por terminações nervosas e quando estimulado pode dar prazer a muitas mulheres e causar incomodo a outras tantas.Portanto minha querida, pense bem as diferenças são gratificante e bem vindas, especialmente quando temos a imediata resposta sexual ao toque ao carinho. Ame-se, o que vc pensa ser diferente muitas vezes pode ser bem parecido com tantas outras mulheres. Se continuar incomodada, siga a um consultório ginecológico e peça a opinião de sua ginecologista, podendo até após a avaliação profissional fazer uma cirurgia estética o que não recomendamos, afinal as funções normais você parece possuir. Espero que nosso esclarecimento tenha auxiliado.